ADILSON FERNANDO FRANZIN

Adilson-Fernando-FRANZIN

ADILSON FERNANDO FRANZIN

Título: Mulheres de guerra nos Ventos do Apocalipse

Resumo: O crescente interesse pela obra de Paulina Chiziane no âmbito literário tem revelado uma poética amalgamada pelo extremo cuidado com a palavra e uma raríssima habilidade para contar histórias, as quais, certamente, têm sua gênese nos intercâmbios da oralidade. Para além de virtudes estéticas, o quilate da obra da primeira romancista moçambicana se deve também a um privilegiado olhar feminino – invariavelmente contestador -, que incide e inspira uma urgente emancipação. Diante de uma mentalidade recalcitrante que caracteriza o universo de dominação masculina, a voz de Paulina Chiziane tem feito muito alarde e há muito extrapolou as balizas de Moçambique, não apenas no sentido de desvelar o real papel das mulheres nas sociedades contemporâneas, mas também no aumento da espessura da problemática pós-colonial. Com efeito, o romance intitulado Ventos do Apocalipse, publicado em 1999, revela-nos um cenário sangrento e devastador, no qual a errância dos personagens evidencia sem pudores um cariz pouco louvável da humanidade. Assim, seguindo os imprevisíveis ventos da história através do relevo inóspito de Moçambique, os deslocamentos internos testemunham a incontornável fatalidade: quem escapa da guerra não escapa da fome num país onde o fogo militar é intenso. Ora, desmistificando o poderio bélico e fálico dos homens, eis que Paulina Chiziane ironicamente sentencia que as mulheres também são de guerra, como podemos conferir no seguinte excerto: “Em todas as guerras do mundo nunca houve arma mais fulminante que a mulher, mas é aos homens que cabem as honras de generais”.

*
Adilson Fernando Franzin é doutorando em Estudos Portugueses pela Universidade Paris-Sorbonne (Paris IV), e em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo (USP). Título da tese: “O Universo romanesco moçambicano: os limites entre ficção e história”. Membro do CRIMIC (Centre de Recherches Interdisciplinaires sur les Mondes Ibériques Contemporains).